ATENÇÃO: Aprenda 5 estratégias para pagar menos e acertar sempre na hospedagem.

Como pagar metade do valor na hospedagem, acertar sempre na localização e nunca cair em roubadas

Caro(a), viajante.

Você gosta de tomar banho frio no inverno? Nem eu. Só encaro se o chuveiro estiver com defeito.

E o que isso tem a ver com minhas viagens, Vinícius? Mais do que você imagina.

A verdade é que tem coisas na vida que a gente só faz se não tiver escolha, não é? Por exemplo, você já ouviu alguém dizer que sonha em visitar Paris e se hospedar em um hostel (albergue)? Conheço um monte de gente que adoraria se hospedar em um hotel 5 estrelas, mas nunca vi ninguém sonhando com o dormitório de um hostel.

Também prefiro um bom hotel, mas houve viagens em que me hospedei em um hostel. Foi porque eu sonhava com ele? Claro que não. Para mim, ficar em hostel é como tomar banho frio. É o tipo de coisa que só fiz algumas vezes porque não tive escolha. E sabe por que?

“Porque eu não tinha dinheiro.”

Foi isso que você pensou que eu ia dizer, né? E está certo, mas só em parte. A principal razão é outra e talvez ela também se aplique a você.

Teve uma vez que fui para Londres com a Pati, minha esposa. Eu bem que queria reservar um hotel no centro, mas era caro demais. Então tive de apelar para um hostel em uma área afastada. Era o que dava para pagar.

Pati detestou a experiência de passar a noite em um dormitório com outras pessoas e usar o banheiro compartilhado. Isso estragou a viagem dela e prejudicou sua percepção de Londres. Saiu de lá decepcionada com a cidade, em grande parte, porque ficou mal acomodada.

Fiquei arrasado porque não consegui lhe proporcionar uma experiência melhor. E o pior é que a falta de dinheiro não foi o principal motivo de ir para o hostel. O verdadeiro vilão foi minha falta de conhecimento.

Eu não conhecia uma alternativa melhor. Eu não sabia que com o valor que paguei no hostel, podia ter ficado em uma acomodação muito superior.

Esse ano, voltamos a Londres para uma estadia mais longa e a história foi diferente. Nada mais de banho frio, quer dizer, de hostel. A única coisa que gostamos de hostel é do preço. Então, pagamos o preço de um hostel, mas ficamos hospedados em um excelente apartamento.

E sabe o que a Pati achou de Londres dessa vez? Ela amou a cidade. Saiu encantada e não vê a hora de voltar. Sabe por que? Porque a hospedagem é o item mais importante de uma viagem. É o que determina se a gente gosta ou não de um destino. Pouca gente se dá conta disso. E nós mesmos, só descobrimos a duras penas.

Pati feliz da vida em Londres na segunda visita

A hospedagem é o que determina se a gente gosta ou não do lugar que está visitando

Quando a gente está triste, a gente não tem a tendência de achar que tudo está ruim? Quando um namoro termina, por exemplo, é como se o mundo tivesse acabado. A gente passa dias em depressão achando que tudo está uma grande porcaria, não é?

Isso acontece porque nosso estado de espírito é como as lentes através das quais enxergamos o mundo. Quando nos sentimos mal, é como se estivéssemos usando um óculos com lentes sujas. Nossa visão fica embaçada e vemos tudo pior do que é.

A verdade é que não é só uma desilusão amorosa que causa esse sentimento na gente. Ambientes ruins produzem o mesmo efeito. Quando a gente está em um lugar feio, sombrio e desconfortável a gente fica mal. Por outro lado, quando entramos em um ambiente bonito, alegre, aconchegante e bem iluminado, nos sentimos bem.

É por isso que quando estamos mal hospedados, a cidade parece feia, as pessoas parecem antipáticas, as comidas parecem repugnantes. Até um dia ensolarado parece nublado porque uma hospedagem ruim deprime a gente.

Por isso é tão importante acertar na hospedagem para ter uma viagem feliz. Essa tem que ser a nossa maior prioridade no planejamento da viagem.

Mas, Vinícius, o que fazer quando a grana está curta?

E quem disse que o problema é dinheiro? Isso era o que eu  pensava também, mas estava enganado.

Sabe o que mudou entre a primeira e a segunda visita a Londres? Não foi a quantia que pagamos na acomodação. O que mudou foi outra coisa.

O que mudou foi… eu. Eu é que mudei.

Depois de fazer muita burrada em várias viagens, desenvolvi algumas habilidades especiais que transformam qualquer pessoa no que passei a chamar de um Hóspede Inteligente. Criei um método que me permite alugar um apartamento 5 estrelas e usar do hostel apenas o que ele tem de melhor: o preço.

Quando passei por um momento de desespero, que já explicarei, descobri que a gente não precisa gastar uma fortuna para ter uma estadia maravilhosa. Assim como não precisa se hospedar em hostel para respeitar o orçamento e nem apelar para modos de hospedagem alternativos onde você não paga nada em dinheiro, porém paga de formas mais caras.

Existe uma estratégia inteligente que nos dá acesso ao conforto das melhores acomodações pagando pouco. Quando você aprender a usá-la, suas viagens darão um salto de qualidade e você passará a gastar menos.

Isso te parece uma boa ideia?

Então, deixa eu te explicar como cheguei nisso e como funciona.

O desespero é o pai de toda grande ideia

Para você entender o que aconteceu, preciso te contar alguns detalhes sobre a gente. Nós vivemos de um modo um tanto incomum

Nos últimos 9 anos, eu e Pati visitamos mais de 400 cidades em 70 países. Somos nômades digitais, o que significa que trabalhamos pela internet, não temos casa fixa e nos movemos pelo mundo com frequência. Por essa razão, precisamos de hospedagem boa, bonita e barata todo santo dia. Estou falando de apartamentos que parecem ter saído das páginas de revistas de decoração.

No nosso caso, não é um capricho. Esse estilo de vida leva à necessidade de ficarmos bem hospedados sem gastar muito 365 dias por ano porque a acomodação é também o nosso escritório de trabalho. É onde a gente passa a maior parte do dia. Como o ambiente afeta o nosso humor e a nossa produtividade, a gente precisa ter o cuidado de só se hospedar em lugares bonitos, alegres, aconchegantes, bem equipados e bem localizados, mas sem gastar uma fortuna.

No começo, era fácil. Em 2010, quando partimos, o dólar valia R$ 1,61. Com o que a gente ganhava, a gente ia para qualquer lugar do mundo com tranquilidade.

Na hora de escolher acomodação, a gente fazia o que todo mundo faz. Entrava em um site de busca de hospedagem, filtrava de acordo com o que podia pagar e escolhia a que parecia melhor. Com dólar tão barato, a gente estava rindo à toa.

Essa estratégia funcionou até 2014, quando o dólar saltou para R$ 4. O custo da hospedagem disparou, inclusive no Brasil.

Como você pode imaginar, ficamos desesperados. No início, a alta do dólar pareceu uma tragédia para nós. Chegamos a pensar que teríamos de desistir desse estilo de vida. No entanto, essa crise acabou sendo a responsável pela descoberta que revolucionou nossas viagens.

Ela aconteceu no Rio em 2014, o ano em que o dólar disparou. Pati era fotógrafa e tínhamos de ir ao Rio por 3 meses para ela fotografar diversos casamentos. Quando buscamos apartamentos, descobrimos que os proprietários cobravam em dólar de olho nos turistas estrangeiros. Era o ano da Copa do Mundo no Brasil, o que só piorava a situação.

Filtramos pelo que podíamos pagar, como sempre fazíamos, e não achamos nada. Foi a primeira vez que isso aconteceu e foi horrível. Foi como a sensação de alguém que era rico e ficou pobre da noite para o dia.

Os preços dos apartamentos mobiliados estavam surreais. Eles variavam de R$ 7 mil a R$ 15 mil. Para piorar, além de caros, os apartamentos eram, com frequência, uns piores que os outros. Pagar uma pequena fortuna para ficar em um muquifo estava fora de cogitação. Eu precisava de uma nova estratégia.

A estratégia que transformou nossas viagens para sempre

Talvez a única saída fosse entrar em contato com os donos dos apartamentos e tentar negociar os valores, mas eu me contorcia de pavor só de pensar nisso. Assim como a maioria das pessoas, eu não tinha coragem de pedir descontos. Era quase um tabu para mim.

Eu morria de vergonha só de pensar em negociar. Para mim, pedir desconto era como passar um atestado de pobreza. Era uma espécie de humilhação. Além disso, parecia complicado demais e havia o risco de eu ofender os donos dos apartamentos. A sensação que tinha é que seria como entrar em conflito com alguém.

Não, esse caminho não era para mim. Tinha de existir outra forma…

Passei dias angustiado. Perdi noites de sono tentando achar uma alternativa. Pesquisei tudo o que podia. Por mais que eu quebrasse a cabeça buscando outros caminhos, por mais que tentasse fugir, no fim das contas, o único jeito que encontrei foi tentar negociar.

Acredite, eu não queria seguir por esse caminho e teria feito qualquer outra coisa se fosse possível. Seja como for, a boa notícia é que tive um resultado surpreendente quando aceitei deixar o orgulho de lado e comecei a negociar. Só que não foi fácil.

No início, aconteceu o que eu temia. Sem querer, ofendi diversas pessoas e portas se fecharam. Alguns proprietários ficaram furiosos com minha proposta. Não só se recusaram a dar desconto, como não aceitariam mais me hospedar ainda que eu pagasse o dobro do que estavam pedindo.

Frustrado e desesperado, mergulhei com tudo no mundo da negociação. Estudei a fundo, aprendi técnicas poderosas, entendi o que estava fazendo errado e corrigi a abordagem. Até que, para minha surpresa, o resultado apareceu.

Consegui alugar um ótimo apartamento com um desconto de 61%! Sim, você leu direito. A dona do apartamento concordou em nos dar um desconto de sessenta e um porcento. Quase caí para trás.

Como é possível que alguém dê um desconto de 61%??? Nunca me passou pela cabeça que isso pudesse acontecer.

Sabe por que funcionou? Porque depois de muito estudo e de muitas tentativas frustradas, finalmente consegui falar a coisa certa, da forma certa, na ordem certa.

O que escrevi em minha proposta, além de não ofender a proprietária, fez sentido. Ela enxergou uma oportunidade e percebeu que, apesar dos 61% de desconto, estaria fazendo um ótimo negócio.

Mal consegui acreditar no que aconteceu, mas posso garantir que foi um caminho sem volta. Daquele dia em diante, passei a negociar os valores de todos os apartamentos. Aprimorei a técnica ao longo dos anos e o resultado é inacreditável.

Foi assim que criei a Proposta de Valor Irrecusável. É por causa dela que a gente consegue ficar em apartamentos 5 estrelas pagando preço de hostel.

Escolhemos o apartamento certo e enviamos a proposta ao proprietário. Nela, falamos a coisa certa, usando as palavras certas, na ordem exata em que devem aparecer.

As palavras que usamos na Proposta de Valor Irrecusável funcionam como a combinação de um cofre. Basta usá-la para que a porta se abra sem esforço.

A boa notícia é que você não precisa quebrar a cabeça tentando descobrir essas palavras. Já fiz isso por você e vou te entregar de mão beijada (em português e em inglês). Tudo o que você precisa fazer é adaptar nosso Modelo de Proposta de Valor Irrecusável aos detalhes específicos de sua viagem.

Mais por menos

objetivo de usar essa proposta não é pagar uma mixaria pela hospedagem, embora isso também seja possível. A ideia é você ter acesso a hospedagens de alto nível que estariam fora de seu alcance. É o que fazemos há anos.

Imagine, por exemplo, que você queira reservar um apartamento mobiliado e pagar no máximo R$ 100 por dia. Dependendo da cidade que você visitar, talvez esse valor te dê acesso a poucos apartamentos, possivelmente mal localizados, de baixa qualidade ou de alto risco (sem avaliações de outros hóspedes). Digamos que os melhores estejam na faixa de R$ 200 a R$ 400.

Usando a Proposta de Valor Irrecusável você consegue alugar um apartamento de maior valor pagando um preço que cabe em seu orçamento. Dessa forma, você e sua família se hospedam com mais conforto sem gastar mais do que podem.

No nosso caso, em que precisamos de hospedagem o ano inteiro, o uso dessa estratégia gera uma economia de dezenas de milhares de reais por ano. Se você também for nômade digital ou estiver fazendo uma viagem longa, como uma volta ao mundo ou um sabático, essa estratégia vai gerar uma economia gigantesca. Você poderá até passar mais tempo viajando do que havia planejado.

Por outro lado, se você só viaja nas férias, você poderá colher os benefícios dessa estratégia em todas as viagens que fizer pelo resto da vida. Você economizará uma fortuna ao longo dos anos e conseguirá melhorar a qualidade das viagens para você e sua família.

O melhor dessa estratégia é que ela não funciona só com a gente. Também funciona com todos que já aprenderam a usá-la com a gente.

Como você já verá, esses casos são bacanas, mas bem humildes. O Rodrigo, por exemplo, cujo relato você verá daqui a pouco, conseguiu um desconto de R$ 6.500 em sua primeira negociação. Assim mesmo, se você pegar o caso acima do Aurélio, na Calábria (Itália), os 250 euros de desconto que ele consegui já correspondem a R$ 1.131 no momento em que estou escrevendo. Nada mal.

Hóspede Inteligente é o método que criamos para identificar as melhores hospedagens e pagar menos que o valor originalmente cobrado nelas. A Proposta de Valor Irrecusável é um dos pilares mais importantes do Hóspede Inteligente, porém não é o único. Afinal, não adianta conquistar um excelente desconto e ficar no lugar errado, como já aconteceu conosco há muitos anos.

De nada adianta pagar pouco e se hospedar no local errado

No início de nossa vida nômade, cometemos um erro grave quando fomos para a Austrália. Muita gente sonha em conhecer Sydney e quem visita costuma adorar a cidade. Infelizmente, no nosso caso, não curtimos tanto assim. Sabe por que? Porque erramos na escolha da localização da hospedagem.

Ficamos em uma casa ótima. Quando fizemos a reserva, nos encantamos com as fotos dela. E a verdade é que era ainda melhor do que nas fotos. Só que ficava muito afastada. Levava uma hora e meia para chegar ao centro de Sydney, sendo que precisávamos andar quase meia hora só para chegar à estação onde pegávamos o trem. O processo de ir e vir era tão cansativo que não conseguimos aproveitar bem os dias que passamos na cidade.

É fácil errar na localização da acomodação. Às vezes, você vê as fotos de um apartamento e acha tudo maravilhoso, como aconteceu no nosso caso. O que você não percebe é que ele fica mal localizado. Na sua cidade, você sabe quais são os melhores e os piores bairros, mas e na cidade que você visitará? Como fazer para saber qual o local mais indicado para se hospedar em uma cidade que você nunca visitou na vida?

Tivemos de lidar com isso centenas de vezes nos últimos 9 anos porque visitamos mais de 400 cidades nesse período. No início, eu ficava muito em dúvida sobre a localização. Depois de quebrar bastante a cabeça, desenvolvi o Método Pontaria Certa. É uma técnica confiável para saber o melhor lugar para se hospedar em praticamente qualquer cidade do mundo.

Quando estávamos vindo para Batumi (Geórgia), onde estou escrevendo esse texto, encontramos um apartamento lindo perto da praia. Parecia tudo perfeito e ficamos tentados a alugar. O problema é que não sabíamos se a localização era boa mesmo, ainda que fosse na orla.

Para me certificar, apliquei o Método Pontaria Certa. Descobri que o local era bom, mas não era o melhor da cidade. A localização ideal ficava na orla também, porém a 5 quilômetros de distância.

Confiamos no Método Pontaria Certa e alugamos outro apartamento, igualmente excelente, na localização exata que ele indicou. Chegando aqui na cidade, descobrimos que acertamos em cheio. Estamos hospedados na área mais linda e conveniente de todas, de onde podemos fazer tudo à pé com tranquilidade.

Fomos até o local do outro apartamento e descobrimos que, embora fique perto da praia, a área tem vários prédios em construção, não é tão bonita, praticamente não tem restaurantes por perto e fica distante das partes mais legais da cidade. Se tivéssemos ido para lá, provavelmente teríamos uma estadia razoável, mas nada que se compare à que estamos tendo aqui, na melhor localização da cidade.

É quase impossível identificar com precisão a melhor localização em uma cidade que a gente não conhece olhando apenas para o mapa. Método Pontaria Certa é uma forma sofisticada de combinar informações confiáveis que estão disponíveis em um local específico da internet.

É fácil de usar. Você só precisa de 5 minutos. Funciona para a maioria das cidades em quase todos os países. Um dos raros casos em que não funcionou foi quando visitamos o Irã porque muitos sites são bloqueados lá, incluindo o que usamos como base para este método. Tirando esse caso excepcional, conseguimos usá-lo com sucesso em todos os lugares que visitamos. Esse método é valioso e você também o aprenderá no Hóspede Inteligente.

De nada adianta escolher a localização perfeita, mas cair em roubada

Nos primeiros meses de nossa vida nômade, cometemos vários erros. A vida é difícil e cara quando nosso conhecimento é insuficiente. Um de nosso deslizes aconteceu em Santiago, no Chile.

Escolhi um apartamento em uma localização perfeita. Ele parecia ótimo, porém, ao chegar lá, descobrimos que o fotógrafo fez um excelente trabalho, especialmente no Photoshop. As fotos do apartamento eram fantásticas. Fizeram a gente acreditar que ele era novo e alegre quando, na realidade, era velho, sombrio e deprimente.

Para piorar, era uma época do ano em que fazia muito frio, embora ainda não fosse inverno. O apartamento não tinha aquecedor. Não pensamos nesse item na hora de fazer a reserva. Também negligenciamos outros pontos importantes e tivemos uma estadia ruim, apesar de termos ficado na melhor área da cidade.

Muita gente passa por esse tipo de situação quando viaja. Talvez já tenha até acontecido com você. É frustrante quando a gente tem uma expectativa sobre a hospedagem, porém chega lá e descobre que ela não corresponde à realidade. A boa notícia é que existe uma forma de minimizar a chance de cair em roubadas.

Você provavelmente já ouviu falar de Sherlock Holmes, não é? Ele é um detetive fictício que consegue desvendar crimes aparentemente insolúveis. Para isso, utiliza sua habilidade extraordinária de enxergar e conectar pistas que todos ignoram.

Quando a gente quer acertar na hospedagem e garantir uma viagem inesquecível, a gente precisa ser um pouco como Sherlock Holmes. A gente precisa saber exatamente o que buscar. Deixa eu dar um exemplo.

No nosso caso, usamos bastante o Airbnb. É um aplicativo fantástico para alugar apartamentos mobiliados no mundo todo sem burocracia. Você provavelmente já ouviu falar dele e talvez até já o tenha usado. Reservar um apartamento nele é tão simples quanto reservar um quarto de hotel.

Usamos o Airbnb há 10 anos e já fizemos mais de 100 reservas por lá. Dominamos esse aplicativo como poucos. Quando buscamos um apartamento lá, estamos interessados nos que oferecem comodidades específicas que são importantes para nós, tais como mesa (para usarmos o notebook), cadeiras confortáveiscozinhamáquina de lavar roupas, entre outras. A gente sabe exatamente o que quer encontrar no apartamento. Isso é importante.

Mesmo quando você não é nômade digital e só viaja nas férias, é proveitoso se hospedar em um bom apartamento mobiliado em vez de um quarto de hotel. Especialmente quando o apartamento oferece cozinha e máquina de lavar.

Usando a cozinha, você pode comer no apartamento se quiser economizar ou se alimentar de forma mais saudável. Tendo acesso à máquina de lavar, você pode carregar menos roupas na viagem e evitar o despacho de bagagens nos voos, que são quase sempre cobrados na atualidade. Isso gera uma grande economia e você evita o aborrecimento de carregar malas pesadas.

Saber o que você quer encontrar nos apartamentos é essencial, mas não basta. Você também precisa ser capaz de identificar prováveis roubadas. Eu não sabia fazer isso quando nos tornamos nômades digitais, mas aprendi ao longo dos anos.

Depois de reservar centenas de acomodações ao redor do mundo, aprendi a identificar sinais que todo mundo ignora. São pistas sutis que estão nos anúncios das hospedagens e indicam problemas com alta confiabilidade.

Você também consegue identificá-las, desde que entenda bem o funcionamento de um aplicativo de busca de hospedagem, como o Airbnb, e saiba que pistas precisa procurar nos anúncios.

Isso é exatamente o que você aprenderá a fazer usando o Método Sherlock Holmes. É como passar o anúncio da hospedagem em uma máquina de raio X que dispara um alarme quando encontra algo proibido. Bastam alguns segundos para você identificar com precisão se o apartamento em que está interessado é uma roubada.

É claro que todo site de hospedagem possui elementos úteis para ajudar a identificar potenciais problemas, como as avaliações dos hóspedes anteriores. No entanto, ao longo dos anos, percebi que elas são insuficientes.

Para minha surpresa, descobri que a maioria das pessoas é benevolente demais quando escreve uma avaliação. As pessoas perdoam a maioria dos problemas e só mencionam algo quando é muito grave. Perdi a conta de quantas vezes fiquei chocado ao chegar em uma hospedagem e encontrar problemas importantes que ninguém citou nas avaliações.

Por isso, aprendi a usar outros elementos mais confiáveis que todo mundo ignora e criei o Método Sherlock Holmes. Com ele, você consegue eliminar furadas que todos pensariam ser ótimas acomodações. Você enxergará com clareza o que quase ninguém consegue ver.

Isso é importante, mesmo quando você tem dinheiro de sobra para pagar caro por um hotel, como nós pagamos em Tallinn, na Estônia, anos antes de criarmos o Método Sherlock Holmes. Quando visitamos a cidade, tínhamos pouco tempo e eu não queria errar na hospedagem. Então, escolhi um hotel bem avaliado em uma excelente localização. A diária era alta, 105 euros, mas eu queria que tudo desse certo e achava que o valor alto garantiria isso.

Chegamos à recepção do hotel e um funcionário nada gentil informou que, apesar de já termos pago, não havia quarto disponível para nós e teríamos de ir para outro hotel da mesma rede a 20 quilômetros de distância. Batemos boca, dissemos que não aceitávamos, mas não teve jeito.

Só que o outro hotel não era apenas distante. Era também uma catástrofe. O prédio era um dos mais horrorosos que já vimos. O apartamento era pequeno, desconfortável, deprimente e tinha um fedor de cigarro insuportável.

Seguindo a lógica do “se é caro, é bom”, o único que consegui foi perder dinheiro e estragar a viagem ficando hospedado em um lugar onde eu jamais poria os pés se não fosse obrigado. Agora, imagina você trabalhar duro o ano todo pensando na viagem de férias e passar por um aborrecimento desses quando finalmente cai na estrada. Ninguém merece, né?

Felizmente, o Método Scherlock Holmes blinda você contra esse tipo de roubada fornecendo um raio X confiável da hospedagem que você está avaliando.

Aqui está o que você aprenderá na prática

O Hóspede Inteligente é uma mentoria destinada a pessoas que querem aprender a identificar as melhores hospedagens e reservá-las pagando muito menos que o valor originalmente cobrado nelas.

A mentoria se baseia em 3 pilares sólidos:

  1. Proposta de Valor Irrecusável.
  2. Método Pontaria Certa.
  3. Método Sherlock Holmes.

Você aprenderá a reduzir o valor das hospedagens usando a Proposta de Valor Irrecusável.

Você aprenderá a escolher a melhor localização para se hospedar em qualquer cidade do mundo usando o Método Pontaria Certa.

Você aprenderá a identificar as melhores acomodações e evitar roubadas usando o Método Sherlock Holmes.

Como funciona a mentoria nos bastidores

Você aprenderá as estratégias do Hóspede Inteligente através de aulas online. Você pode assisti-las no horário que quiser no conforto de sua casa ou onde for mais conveniente através de um computador, smartphone ou tablet.

Você também terá acesso a mim. Irei te orientar e farei a correção de seus exercícios.

O programa de estudos se divide em duas etapas:

Etapa 1

Você aprende a escolher a hospedagem ideal para sua viagem. É nessa etapa que você estuda o Método Pontaria Certa e o Método Sherlock Holmes.

Você tem que aprender a usar bem ao menos um aplicativo de busca de hospedagens. Como dominamos e recomendamos fortemente o Airbnb, você aprenderá nas aulas tudo o que precisa para usar essa plataforma fantástica com sabedoria. Os exemplos de uso do Método Sherlock Holmes, portanto, serão baseados no Airbnb, embora você também possa aplicar as técnicas em outros aplicativos de hospedagem.

Você terá acesso imediato à Etapa 1 quando ingressar na mentoria.

Etapa 2

Você aprenderá tudo sobre a Proposta de Valor Irrecusável.

Começo propondo um exercício de negociação.  É simples e rápido. Você o fará e enviará para mim. Farei a correção e te darei um feedback personalizado sobre seus erros e acertos.

Este exercício é uma parte essencial da mentoria. Serve para você compreender e internalizar os princípios de negociação que ensinarei na sequência.

Você terá acesso ao Modelo da Proposta de Valor Irrecusável em português e em inglês. Você aprenderá a adaptá-la às características específicas de sua viagem usando os princípios de negociação que te ensinarei.

Você terá acesso à Etapa 2 uma semana depois de ingressar na mentoria. Isso é importante para você não pular etapas. Afinal, não adianta negociar sem saber escolher a hospedagem certa para sua viagem.

Bônus

Você também receberá o equivalente a R$ 2.297 em bônus. Eles te ajudarão ainda mais a viajar bem gastando menos.

Caixa Preta das Negocições: analisei as negociações que fiz ao longo dos anos e separei as mais instrutivas em um combo especial. Você entenderá a situação específica de cada negociação, verá as palavras exatas que usei e conhecerá os resultados que obtive. Você terá acesso a esse bônus 30 dias após ingressar na mentoria.

Feedback Personalizado: eu te darei feedback personalizado em sua primeira negociação. Basta realizá-la em até um ano após ingressar na mentoria. Analisarei sua proposta e estarei ao seu lado durante todas as etapas dessa primeira negociação. Você terá acesso a esse bônus uma semana após ingressar na mentoria.

Bagagem Inteligente: você precisa levar muito menos do que imagina quando vai viajar, especialmente se tomar algumas decisões sábias. Descubra exatamente o que você precisa levar e o que deve deixar em casa para não atrapalhar e encarecer sua viagem.  Você terá acesso imediato a esse bônus.

Quanto preciso investir para participar da mentoria?

Para você ter uma pequena ideia de como as estratégias do Hóspede Inteligente transformaram nossas viagens, fiz um levantamento de quanto economizamos em um período de 6 meses (primeiro semestre de 2018). Visitamos 6 países: República Tcheca, Alemanha, Sérvia, Montenegro, Croácia e Bósnia.

O valor total que teríamos que desembolsar pelos apartamentos que alugamos, se pagássemos os preços originais (sem descontos), seria de 6.951 euros (39 euros/dia). Eles correspondiam, na cotação da época, a R$ 30.516 (R$ 173/dia).

Como negociamos e conseguimos uma média de 44% de desconto nesse período, nossa despesa total foi de apenas 3.909 euros (22 euros/dia). Eles correspondiam, na época, a R$ 17.161 (R$ 97/dia).

Só nesse período de 6 meses, a economia foi de 3.042 euros, que correspondiam a R$ 13.355 na cotação da época. Isso equivaleu a uma economia de R$ 2.225 por mês (R$ 74 por dia).

Se você é nômade digital ou está envolvido em uma viagem longa, como volta ao mundo ou sabático por exemplo, isso dá uma boa ideia do que você economizará todo mês. Dependendo dos destinos que estiverem em seu roteiro, a economia pode ser ainda maior.

Em todo caso, mesmo que você viaje apenas por algumas semanas nas férias, o potencial de economia é muito grande. No caso acima, foram R$ 556 de economia por semana.

É claro que você pode pensar que só conseguimos isso porque já temos muita experiência em negociação, o que é verdade. Será que você conseguiria aplicar a nossa experiência ao seu caso e obter resultados semelhantes?

Essa é uma ótima preocupação e nada melhor que mostrar o que aconteceu com outras pessoas quando usaram a Proposta de Valor Irrecusável pela primeira vez. Veja no vídeo abaixo (2 min).

Todos os casos desse vídeo foram de pessoas que aprenderam a Proposta de Valor Irrecusável com a gente e a usaram pela primeira vez. Resultado?

  • Carlos (Viena e Praga): desconto de 40%.
  • Fábio (Chapada dos Veadeiros): desconto de R$ 500.
  • Wesley (Londres): de 800 para 600 libras (poupou R$ 1.060).
  • Celso (Budapeste): de 2.080 para 1.700 dólares (poupou R$ 1.546).
  • Dan (México): de 1.500 para 1.000 dólares (poupou R$ 2.035).
  • Carol (Portugal): de R$ 5 mil para R$ 2.900 (poupou R$ 2.100).
  • Babi (Lisboa): de 1.500 para 750 euros (poupou R$ 3.393).
  • Rodrigo (Copenhague): de R$ 13 mil para R$ 6.500 (poupou R$ 6.500).

E o mais importante nem é isso. A habilidade mais importante em uma viagem é a habilidade de tomar boas decisões, especialmente em relação à hospedagem. É essa habilidade que garante que todas as horas que você passou trabalhando duro ao longo do ano se transformarão em uma viagem de férias feliz. Essa habilidade de tomar as melhores decisões é exatamente o que o Hóspede Inteligente te dá, além da capacidade de obter descontos expressivos.

O valor disso é inestimável. O que você aprenderá no Hóspede Inteligente pode ser a grande diferença entre desfrutar de uma viagem dos sonhos ou viver um grande pesadelo.

Desejo que você aproveite muito bem as suas viagens, por isso tornei o Hóspede Inteligente bastante acessível. Você terá de investir apenas o equivalente a R$ 3,32 por dia pagando o valor de 12 x R$ 99,70 (R$ 99,70 ao mês correspondem a R$ 3,32 por dia).

No nosso caso real que mencionei acima, tivemos uma economia média de R$ 74 por dia. Pense por um minuto, se fosse você que tivesse investido R$ 3,32 por dia no Hóspede Inteligente e ele tivesse feito você economizar R$ 74 por dia em hospedagem, isso significaria um retorno de 2.200% sobre seu investimento. Você conhece alguma aplicação financeira que dê um retorno desses?

Note também que, nos exemplos das pessoas que citei antes, tirando o caso do Fábio, que teve um desconto de “apenas” R$ 500 na viagem de poucos dias à Chapada dos Veadeiros, todos os demais tiveram um desconto superior ao valor da mentoria já na primeira tentativa de negociação. Sendo que, no caso do Rodrigo, por exemplo, que economizou R$ 6.500, o que sobra, depois de pago o valor da mentoria (R$ 5.503) é suficiente para pagar as passagens aéreas e ainda sobra troco

Quem aprende as estratégias do Hóspede Inteligente com a gente praticamente sempre recupera o valor investido já na primeira negociação. Não só isso, normalmente a economia supera em várias vezes o valor investido na mentoria, como aconteceu no caso do Rodrigo, da Carol, da Babi, do Dan e de muitos outros.

Só que a melhor parte vem agora. Todo mundo economiza muitas outras vezes ao longo da vida. Uma vez que você aprende a negociar, você usa em todas as suas viagens para sempre.

Abrir mão das habilidades que você terá ao ingressar no Hóspede Inteligente não faz sentido se você tem planos de viajar. Seria jogar dinheiro no lixo e colocar em risco sua viagem sem necessidade.

Hóspede Inteligente

+ R$ 2.297 em bônus
12 x R$ 99,70
R$ 997 à vista
  • Hóspede Inteligente
  • Feedback Personalizado
  • Caixa Preta das Negociações
  • Bagagem Inteligente

O que preciso fazer para participar da mentoria?

É muito simples. Tudo o que você precisa fazer é clicar no botão abaixo e fazer o pagamento com total segurança. Coletamos o pagamento através da Eduzz, uma das melhores e mais confiáveis plataformas que existem para a venda de cursos online.

Será que é para mim?

No passado, se eu estivesse no seu lugar e tivesse lido o convite que acabei de te fazer, eu pensaria:

Legal, mas não adianta eu conhecer as técnicas de negociação porque não terei coragem de negociar com ninguém. Tenho muita vergonha.

Se você estiver se sentindo assim, você não faz ideia do quanto eu te entendo. Porque foi pensando no meu caso mesmo que me preocupei em desenvolver a Proposta de Valor Irrecusável com elementos que eliminem o desconforto de negociar.

Tudo é feito através de trocas de mensagens de texto. Você não conversa pessoalmente nem se comunica por áudio ou vídeo com o proprietário. É mais fácil enviar uma proposta de negociação quando usamos apenas texto, ainda não conhecemos o proprietário pessoalmente e ele também não conhece a gente.

Além disso, é um texto gentil, educado e bem escrito. Ele foi testado e validado inúmeras vezes por nós e por nossos alunos. Você só terá de preencher alguns elementos específicos de sua viagem, tais como datas e valores. Os anfitriões adoram o texto da Proposta de Valor Irrecusável e sempre respondem de maneira cordial, mesmo nos raros casos em que não aceitam dar desconto.

Houve até um caso em Sófia, na Bulgária, em que o proprietário ficou encantado com a Proposta de Valor Irrecusável. Ele não só nos deu um desconto de 50% em plena alta temporada, como fez questão de conhecer a gente pessoalmente e bater um longo papo no check in. Contou que nosso pedido de desconto era diferente de tudo o que já tinha visto na vida e que ele simplesmente não conseguiu recusar. Acabou virando nosso amigo.

É claro que eu nunca recomendaria que você pedisse descontos sem conhecer as técnicas certas porque é suicídio. Sei disso porque me dei mal todas as vezes que tentei antes de aprender as técnicas que ensino no Hóspede Inteligente.

E tem mais. Na mentoria, começo pedindo aos alunos que façam um pequeno exercício de negociação com base em uma situação que vivenciamos na Croácia, a qual descrevo em detalhes. Tudo o que o aluno precisa fazer é redigir um pedido de desconto com base na forma como ele acredita que deve ser feito antes de ter contato com a nossa estratégia.

Até hoje, o resultado foi catastrófico em 100% dos casos. Todo mundo fere os princípios invioláveis de uma boa negociação. Ninguém faz ideia de como negociar da forma certa. Só uma pessoa que chegou perto. Ela ignorou apenas um princípio, enquanto os outros feriram vários. Assim mesmo, o erro dela já seria suficiente para arruinar a negociação.

Então, é claro que eu nunca iria te sugerir negociar sem saber a forma certa. Felizmente, é ela que você aprenderá no Hóspede Inteligente. Só que você precisa agir rápido, porque nem sempre consigo abrir essa oportunidade. Simplesmente porque não dá tempo.

Sou autor do livro Nômade Digital: trabalhe de qualquer lugar e viaje o quanto quiser. É o livro mais completo que existe para quem deseja viver como nômade digital. Além disso, sou criador e instrutor de vários cursos para nômades digitais, tais como o Rota Nômade, o Imersão Nômade, a Comunidade Nômade e outros. Meu tempo é limitado e gosto de dar atenção personalizada a todos os alunos.

O Hóspede Inteligente é uma mentoria que demanda meu tempo de uma forma que nem sempre posso dispor. O mais provável é que eu encerre as inscrições nos próximos dias. Por essa razão, recomento que você faça sua inscrição agora mesmo.

Se você quer minha ajuda para se hospedar nos melhores lugares do mundo pagando pouco, essa é uma rara oportunidade de adquirir 9 anos de experiência com rapidez.

Vejo você na mentoria.

Grande abraço,

Vinícius Teles

Oferecemos garantia incondicional de 7 dias. Matricule-se hoje e experimente a mentoria por 7 dias com tranquilidade. Se perceber que não é para você ou decidir deixá-la por qualquer razão, basta enviar um e-mail para nós e devolveremos o valor integral da matrícula sem nenhum questionamento. Devolvemos 100% do valor da matrícula se você desistir em até 7 dias.

Contato

Ficou com alguma dúvida?

Entre em contato conosco, ficaremos felizes de responder a todas as suas perguntas.
AINDA NÃO CONHECE A GENTE?

Casal Partiu – Improve It Tecnologia LTDA – CNPJ: 04.234.954/0001-10​